Últimos assuntos
» Sol Tenebris [Campanha]
Qua Maio 11, 2016 10:17 pm por Salatiel Roffcale

» Sol Tenebris [Inscrições]
Dom Maio 01, 2016 10:28 pm por Finn o Humano

» Moira - A Feiticeira d'Água
Dom Maio 01, 2016 9:24 pm por Finn o Humano

» Templo de Hikari
Ter Abr 26, 2016 5:17 pm por Luzette Shadowsprint

» Floresta de gelo
Ter Abr 26, 2016 5:01 pm por Gil

» Mayhem
Dom Abr 24, 2016 8:02 pm por Finn o Humano

» Vilarejo GreenLeaf
Dom Abr 24, 2016 11:45 am por Salatiel Roffcale

» Cavernas de Valsfar
Dom Abr 24, 2016 1:31 am por Finn o Humano

» Desespero Congelado
Dom Abr 24, 2016 12:12 am por Sauron S


Cavernas de Valsfar

Ir em baixo

Cavernas de Valsfar

Mensagem por O Criador em Qua Dez 11, 2013 4:15 pm




As cavernas são o subsolo de Valsfar. Apesar de terem sido abandonadas há muito tempo atrás elas ainda são úteis e conectam toda a área dos elfos e por esse motivo, muitas das entradas são vigiadas por guardas que não permitem a transição entre elas. Patrulhas élficas passam com uma frequência extremamente rara por aqui. Dizem que existe uma civilização de elfos negros vivendo nas cavernas, tribos e até mesmo cidades escondidas mas nada nunca se provou verdade.


Última edição por O Criador em Dom Abr 24, 2016 12:57 am, editado 2 vez(es)
avatar
O Criador
Admin
Admin

Mensagens : 103
Data de inscrição : 15/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
99999/99999  (99999/99999)
SP SP:
99999/99999  (99999/99999)
Experiencia :
99999/99999  (99999/99999)

Ver perfil do usuário http://imortalrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Sab Abr 16, 2016 2:58 pm

O garoto aproximou-se da caverna, carregando toda a sua bagagem. Sentia que já começava a esfriar, e ao olhar para o céu, percebeu que a tempestade já se aproximava.

- Espero que passe logo... - Murmurou, já na entrada da caverna. - Não posso viajar no meio da chuva.

Ao entrar na caverna, sentou-se, encostando em uma parede. Queria terminar sua missão logo, mas ainda tinha um caminho longo pela frente, e um caminho longo com chuva não seria nada legal. Decidiu que ficaria ali até que, pelo menos, a chuva diminuisse um pouco.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Sab Abr 16, 2016 3:41 pm

Uri se abrigou a tempo, não se molhou nem um pouco.

Tempestade começou, duração: Oito posts.

Mesmo seco, ainda continuava com frio o vento forte continuava a soprar pra dentro da caverna. Olhou para o lugar e pode ver formação de fungos na parede e algumas estalactites e estalagmites. Ouvia o som de gotas de agua caindo no chão, gotas tais que vinham das estalactites não muito longe dali, era um clima um tanto quanto melancólico, sozinho em uma caverna fria e molhada. A única coisa que poderia fazer era pensar nas aventuras que iria ter, se recusará a ficar deprimido com aquilo tudo o tempo de ficar triste já acabou.

Tinha vontade de sair correndo de baixo daquela chuva e ir desbravar o mundo, mas sabia que ficaria doente e os raios o amedrontavam um pouco. Observou que mesmo com tanta chuva o dia ainda estava claro e até um pouco ensolarado, talvez os deuses estivessem brigando ou algo do tipo. Foi tirado de seu estado contemplativo por um som de choro que ouviu vindo do fundo da caverna, parecia ser uma criança ou uma mulher, o som era bem baixinho e fino e nenhuma palavra vinha dele além dos gemidos angustiantes que ecoavam por todo o lugar.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Sab Abr 16, 2016 8:24 pm

Uri estava sentado, observando a caverna. O barulho das gotas o deixava apreensivo, e os trovões mais ainda. Ele quis, por alguns momentos, se encolher e chamar por sua mãe, mas não podia. Era um garoto "crescido" agora. Sem falar que, chamar por sua mãe não iria adiantar muito. Decidiu deixar as lembranças de sua mãe de lado, olhando para o exterior. O sol ainda brilhava, mas a chuva caía forte. Era até confuso de se ver. Enquanto pensava no que poderia ter causado aquilo, ouviu um choro. Sentiu suas orelhas se mexerem, e olhou em volta. Pareciam gemidos de angústia, mas não eram pedidos de socorro, já que tudo que escutava era o choro fino.

- Tem alguém aí? - O garoto perguntou, sem saber o que fazer.

Após alguns momentos de hesitação, decidiu que iria checar de onde vinha aquele barulho, embora a sensação que tinha sobre o choro não fosse nada boa, se fosse alguém perdido seria egoísmo da parte dele ficar parado ali.

- Estou... indo? - Falou, hesitante.

Recolheu suas coisas, e então, decidiu explorar a caverna. E então, empunhando sua adaga, começou a tentar seguir o barulho.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Sab Abr 16, 2016 8:55 pm

Cada passo que dava caverna a dentro o choro ficava um pouco mais alto, sua visão aguçada o ajudava a não bater de cara nas paredes da caverna, mas não conseguia enxergar nada além de borrões. Andou até quase cair em um buraco, não conseguia ver o fundo, mas sabia que o choro vinha de lá.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Sab Abr 16, 2016 10:01 pm

Uri seguiu, com cuidado, tentando não acabar batendo a cara em uma das paredes da caverna. Segurava a adaga quase que tremendo. Não sabia o que encontraria pela frente, e o escuro não ajudava. Não podia ver mais do que borrões pretos, e parecia que quanto mais andava, mais perto chegava do choro. Não sabia se estava feliz ou triste, considerando o quão assustado estava. Continuou movendo-se até quase cair em um buraco. Sentiu um frio na espinha, mais um passo e talvez ele quebrasse alguns ossos. Tentou olhar para o fundo, mas, não conseguiu ver nada. O choro parecia vir de lá.

- Tem alguém aí? - O garoto perguntou, olhando para o buraco.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Sab Abr 16, 2016 10:07 pm

Tremendo, não só de medo mas também de frio. Uri não soube oque fazer quando viu que o choro simplesmente parou quando ele gritou para o buraco, talvez quem estivesse lá embaixo estava com medo ou simplesmente não houvesse nada. O único jeito de ter certeza era descer, um salto de fé ou uma descida cautelosa... A pressa podia faze-lo salvar uma vida ou talvez perder a própria.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Sab Abr 16, 2016 10:45 pm

Uri hesitou. O choro parou, mas ele não tinha idéia de quem ou o que estava ali. Podia ser alguém ferido e com medo demais para pedir ajuda, ou podia ser apenas um... animal? Em ambos os casos, ele não queria deixar o que quer que fosse lá embaixo, sofrendo. Decidiu então, que iria descer e checar.

O garoto decidiu deixar a mochila ali, perto do buraco. Levaria apenas sua adaga e seu arco e aljava. Começou então a descer lentamente, pois não tinha idéia da profundidade daquele buraco.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Sab Abr 16, 2016 10:55 pm

Uma das pedras que Uri segurava ao descer, se desprendeu da parede e fez ele cair para o desconhecido, a queda não foi muito grande mas ralou os joelhos na parede enquanto caia.

- 3 de hp.

Ao chegar ao chão, viu que não enxergava nada por ali, além de dois pequenos pontinhos de luz um pouco distante. Uri os seguiu e então viu que eram duas fadas, uma menina e um menino para ser mais exato. A menina estava sentada ao lado do menino sua mão estava sob sua boca e ao ver Uri fez uma expressão de pânico, Ela tinha olhinhos azuis e cabelos da mesma coisa, vestia oq parecia ser um vestido feito de folhas secas e frágeis, sua pele era rosada e tinha pequenas anteninhas no topo de sua cabeça, suas asas pareciam estar molhadas e ela estava toda suja de lama seca. O menino parecia idêntico a menina, mas suas vestimentas eram mais masculinas e só por isso dava-se para notar a diferença, isso e o fato de suas asas estarem totalmente despedaçadas e uma de suas pernas parecia quebrada. O garoto se arrastou para o lado da garota e disse:

- Não vou deixar você machucar minha irmã! Vá embora besta!

Ele parecia prestes a chorar, mas queria ser bravo em frente a sua irmã. Aquela cena fez o coração de Uri palpitar, era algo realmente bonito de se ver, um ser tão pequeno mostrando tamanha braveza para proteger alguém amado.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Sab Abr 16, 2016 11:18 pm

A descida parecia tranquila, até que uma das pedras em que se segurava se soltou. A queda não foi grande, mas o garoto acabou por ralar seus joelhos. A leve ardência o lembrava da infancia, mas agora não era hora para isso. Levantou-se, jogando a poeira das roupas para longe, e olhando em volta. Não conseguia ver nada, além de dois pontos de luz a distância. Seguiu naquela direção, curioso, descobrindo então duas fadas. Um garoto e uma garota. Notou que a garota estava suja de lama seca, com as asas caídas e molhadas, enquanto isso, o garoto parecia realmente machucado. As asas em pedaços e sua perna aparentemente quebrada fizeram Uri estremecer. O garoto, mesmo em seu estado deplorável, arrastou-se para a frente, para defender sua irmã.

"Não vou deixar você machucar minha irmã! Vá embora besta!"

Toda aquela bravura, mesmo com todos aqueles ferimentos, fizeram Uri estremecer. Ele definitivamente queria ajudar os dois, mas primeiro, havia que ganhar a confiança deles. Afastou-se dois passos, deixando sua adaga e seu arco e aljava no chão.

- Eu não quero machucar vocês, pelo contrario, quero ajudar. - Começou, olhando para as fadas. - Como vocês chegaram aqui?
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Seg Abr 18, 2016 3:33 pm

Uri foi cuidadoso, se livrou das armas para dar mais confiança, o menino fada abaixou um pouco sua guarda deixando ele se aproximar.

- Não confio em gigantes, eles sempre querem fazer coisas ruins para gente da nossa raça.

Coisas ruins deviam ter acontecido com aquele garotinho, não dava pra saber que idade ele tinha já que as fadas não envelheciam igual aos semi-humanos, então não sabia se palavras doces seriam o suficiente para conquistar os irmãos. A menina parecia já ter aceitado Uri como uma pessoa boa, ela olhou para ele e gritou desesperada:

- ELE ESTÁ MORRENDO, LIEHAN VAI ME DEIXAR SOZINHA! – Mesmo sem saber se Uri estava dizendo a verdade a garota escolheu confiar na pessoa que acabará de conhecer. – POR FAVOR SENHOR GIGANTE! SALVE ELE E EU LHE DOU MINHAS ASAS, SE QUISER PODE ME LEVAR EMBORA EM UM POTINHO!

Agora uma escolha delicada teria de ser feita, Uri tinha poções desconhecidas em sua mochila, mas ele a havia deixado na parte de cima da caverna, ele abandonaria as fadas ou daria seu jeito de carregar os dois até lá em cima? Escalar sozinho seria fácil já que não era uma parede muito grande, mas carregar alguem ferido como Liehan dificultaria muito a subida.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Seg Abr 18, 2016 9:58 pm

O garoto quase entrou em pânico quando a garota começou a gritar. Aquela era uma situação difícil, e ele tinha que tomar uma atitude.

"ELE ESTÁ MORRENDO, LIEHAN VAI ME DEIXAR SOZINHA! POR FAVOR SENHOR GIGANTE! SALVE ELE E EU LHE DOU MINHAS ASAS, SE QUISER PODE ME LEVAR EMBORA EM UM POTINHO!"

Ele precisava fazer algo. Tinha três poções em sua mochila, mas havia deixado-a na parte de cima. Precisava fazer algo, e rapido. Subir e descer iria tomar muito tempo, e talvez o tempo o impedisse de salvar Liehan. Mas... Talvez usando um de seus feitiços, subir e descer fosse possível. Ele teria de arriscar. Locomover Liehan naquele estado seria perigoso demais.

- Eu já volto. - Falou, apressado.

Ativando sua magia, Ligeireza do Coelho, ele decide escalar o mais rápido possível, pegar uma poção roxa e voltar, para tentar ajudar o garoto.

avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Seg Abr 18, 2016 10:34 pm

Decidiu que apostaria uma corrida com o ceifador, foi o mais rápido que pode, escalou as paredes como se fosse realmente um gigante movimentos largos e ligeiros. Subiu até sua mochila e pegou a poção de maneira totalmente descuidada, não tinha tempo para algo organizado, deixou a mochila jogada ali mesmo no chão e saltou de volta para o buraco.

Chegando até as fadas, Liehan já não estava mais consciente, mas ainda vivia. Ao ver a poção de cor roxa nas mãos de Uri, a irmã do pequeno moribundo abriu um grande sorriso, rapidamente tomou a mesma das mãos do coelho e a derramou no chão próximo de seu irmão, o arrastou para o meio da poça, se ajoelhou em frente a ele e começou a rezar:

- Mãe, por favor cure este seu pobre filho, não temos muito a lhe oferecer além do que já é seu. És a mais digna e a mais santa, estou diante de ti lhe implorando mais este favor, salve Liehan que seremos sempre teus.

O liquido começou a brilhar e um certo calor pode-se ser sentido e quando o brilho se dissipou tudo que sobrará fora uma poça de agua cristalina, algumas das feridas do menino foram curadas, mas as asas continuaram despedaçadas. A garota pós sua orelha perto do peito de Liehan e então pode ouvir seus batimentos cardíacos, nesse momento a felicidade a tomou, então ela sobrevoou o rosto de Uri e comeou a dar pequenos beijos nele, sua boca era do tamanho de uma unha e seus movimentos ligeiros, ao vê-la voar o jovem meio-humano percebeu que não só as feridas do irmão dela foram curados, como as dela mesma.

- Me chamo Lyra, senhor gigante, eu sou uma fada do campo, normalmente fico perto do rio das lagrimas, mas essa é uma ocasião especial. – A menina voou para de baixo da orelha direita de Uri e sussurrou. – Me desculpe pela inconveniência, mas será que pode levar meu irmão para algum lugar seguro? De preferencia bem longe de humanos e orcs, eles sempre tentam arrancar nossas asas...

A menina parecia triste, feliz, cabisbaixa e animada, ela mudava conforme a frase que falava, era uma fada deveras problemática e divertida de se conversar.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Seg Abr 18, 2016 11:14 pm

Uri se sentiu extremamente aliviado quando conseguiu. Havia salvado uma vida, e aquilo parecia aquecer seu coração. Era engraçado, ele sentia um pingo de tristeza por não ter conseguido fazer o mesmo com seus pais, mas ignorava, havia salvo uma vida, aquilo era bom, certo?

"Me chamo Lyra, senhor gigante, eu sou uma fada do campo, normalmente fico perto do rio das lagrimas, mas essa é uma ocasião especial."

Uri decidiu não perguntar qual era a ocasião. Talvez por não querer invadir a "privacidade" deles? Ele não sabia. Só não se sentia confortável enchendo alguém que quase perdeu o irmão com perguntas.

"Me desculpe pela inconveniência, mas será que pode levar meu irmão para algum lugar seguro? De preferencia bem longe de humanos e orcs, eles sempre tentam arrancar nossas asas..."

Parecia simples. Ele ainda estava curioso. Talvez devesse perguntar? A curiosidade o mataria se não o fizesse.

- Você... Pode me dizer por que estão aqui embaixo? - Perguntou, envergonhado. - Não precisa se não quiser.

Enquanto esperava por uma resposta, Uri pegou sua adaga e a guardou, e colocou o arco e aljava em suas costas novamente.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Seg Abr 18, 2016 11:22 pm

- Caçadores... – Disse Lyra em um tom cabisbaixo. – Nos estávamos usando nosso pó para fertilizar os arbustos de frutinhas quando um gigante com algum tipo de beste veio e tentou engaiolar nós dois, Liehan sempre foi muito ágil e então conseguiu impedir que fossemos pegos, mas a  besta também era rápida e conseguiu acerta-lo com suas garras... Então eu peguei ele e voei o mais longe que pude, até que não aguentei e cai em uma lamaçal, então eu vi que estávamos perto das cavernas, então me escondi num lugar fundo o bastante para não sermos achados, Liehan acorda e desmaia periodicamente... ele estava sentindo muita dor, obrigado, obrigado mesmo.

A fada voava feliz de um lado para o outro, parece que Uri havia deixado alguem muito feliz
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Seg Abr 18, 2016 11:42 pm

O garoto entendeu. Não devia ser fácil ser uma fada, pareciam ser caçadas o tempo todo. Olhou para o irmão da fada, ela queria que Uri o levasse para algum lugar seguro, mas nem ele sabia um lugar seguro para fadas.

- Bem, eu vou levar seu irmão. - Ele falou, já se preparando para sair. - Você consegue sair, certo?

O garoto pegou Liehan com uma das mãos, e começou a escalar cautelosamente.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Seg Abr 18, 2016 11:53 pm

Uri escalou de volta para a entrada da caverna e pode ver que a tempestade ainda estava acontecendo, não tinha muita opção do que fazer além de tentar conversar com as fadas ou explorar mais ainda a caverna.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Ter Abr 19, 2016 12:03 am

Uri olhou a sua volta. A tempestade continuava, o que o deixou um pouco bravo. Ele precisava que a chuva parasse, para que pudesse deixar Liehan em um lugar seguro. Não sabia o que fazer enquanto aguardava. Ele preferia não incomodar muito as fadas, mas a vontade de explorar aquela caverna parecia o invadir.

- Pode ficar com seu irmão um pouco? - Uri perguntou a fada. - Gostaria de explorar a caverna um pouco enquanto a tempestade não cessa.

Ele, então, deixou Liehan junto de sua irmã, decidindo que iria mais adiante na caverna. Dessa vez, decidiu que levaria uma poção roxa junto consigo. A mochila inteira ainda lhe parecia peso extra para qualquer combate ou desafio que pudesse surgir. Após fazer isso, o semi-humano seguiu, decidido a explorar o local.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Ter Abr 19, 2016 5:16 pm

Havia pedido pra Lyra cuidar de seu irmão e foi desbravar a caverna carregando suas armas e uma poção, andou bastante até se deparar com o mesmo buraco onde havia encontrado os irmãos fada, e então lembrou que só era capaz de enxergar alguma coisa lá em baixo pelo brilho que as mesmas emitiam. Voltou para o inicio da caverna um pouco desolado, não iria em frente pois sabia que seria muito perigoso, a chuva já estava bem mais fraca seria até mesmo possível sair sem muitos problemas, além de pelos molhados.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Uri em Dom Abr 24, 2016 1:04 am

Havia decidido explorar a caverna, mas após andar bastante, só conseguiu achar o buraco onde havia encontrado as fadas. Não seguiria em frente, não naquele escuro. E também, podia ser perigoso. Decidiu então, voltar para onde estava. Enquanto andava, lembrou que Lyra havia pedido para levar o irmão dela para um lugar seguro. Mas... que lugar seria seguro para fadas, afinal? Perdido em seus pensamentos, chegou até os irmãos.

- Acho que a chuvá já diminuiu bastante. - Falou, pegando sua mochila. - Já podemos sair daqui. Pra onde quer que eu leve seu irmão?

Começou então, a se dirigir a saída da caverna.
avatar
Uri
Semi-Humanos
Semi-Humanos

Mensagens : 37
Data de inscrição : 04/04/2016
Idade : 18

Ficha de Personagem
HP HP:
117/120  (117/120)
SP SP:
165/220  (165/220)
Experiencia :
95/1000  (95/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Finn o Humano em Dom Abr 24, 2016 1:31 am

Lyra estava animada quando Uri voltou, ela rodeava seu irmão fazendo pequenos círculos no ar, o menino ainda estava desmaiado mas respirava normalmente. Ela recebeu o meio-humano agarrando seu braço, ouviu a pergunta dele sobre onde deveria levar seu irmão e ficou calada por um tempo.

- Eu não sei muito bem senhor gigante, nós somos fadas e não costumamos sair muito do rio. – Lyra parecia pensativa. – Eu gostaria que ele ficasse em algum lugar que pudesse se recuperar tranquilamente... Onde ninguém fosse tentar machucar ele.

Ao por seus pés para fora da caverna, os sujou de lama. Conseguia sentir o cheiro de terra molhada misturado com o das plantas não muito longe dali. O sol estava se pondo, logo a noite cairia, ainda faltava algumas horas para anoitecer então ainda poderia andar um pouco antes de ter que armar acampamento.
avatar
Finn o Humano
Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/08/2013

Ficha de Personagem
HP HP:
0/0  (0/0)
SP SP:
0/0  (0/0)
Experiencia :
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cavernas de Valsfar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum